quarta-feira, 21 de junho de 2017

Google doa US$1 milhão para preservar memórias das Revoltas de Stonewall



    O Google vai doar US $ 1 milhão para documentar a história das Revoltas de Stonewall

    Os tumultos ocorreram em 1969, após uma violenta incursão da polícia contra clientes no icônico Stonewall Inn, um local gay que é considerado por muitos como o lugar de nascimento do movimento de direitos LGBT+ moderno.

    Agora, uma semana antes do aniversário dos Stonewall Riots em 28 de junho, a filial filantrópica do Google, Google.org , anunciou uma doação de US$1 milhão para o LGBT Community Center de Nova York.

    O dinheiro será usado pelo centro para criar uma história oral dos tumultos, onde indivíduos envolvidos no movimento terão suas histórias preservadas para futuras gerações para garantir que nossa história não seja esquecida.



    O chefe de assuntos externos do Google em Nova York e Califórnia, William Floyd, disse: "Os distúrbios de Stonewall foram importantes para o caminho em curso para os direitos civis das comunidades LGBT em todo o mundo.

   "Sua mensagem é tão ressonante e necessária hoje como era na época".

   Ele acrescentou: "Estas são as histórias de mulheres transexuais negras que lutaram; De jovens queers, muitos dos quais eram sem-teto, que recusaram-se a ser silenciados; Dos mais pobres da comunidade LGBTQ ".

   O Stonewall Inn e sua área circundante foi designada como um monumento nacional no ano passado sob a presidência de Barack Obama, depois que ele chamou o local "nosso primeiro monumento nacional a contar a história da luta pelos direitos LGBT".

    Mas no início deste ano, foi relatado que a atual administração da Casa Branca procura reexaminar todos os locais que receberam status de monumento nacional nos últimos 21 anos, deixando ativistas preocupados com o status do Stonewall Inn.

    O projeto de história oral deve ser concluído até 28 de junho de 2019, para marcar o 50º aniversário dos Stonewall Riots